Slide

sábado, 22 de junho de 2013

Pensando Bem... Eles matam!

Olá meus queridos!
Vocês têm percebido que os autores estão se especializando em matar personagens?!
O assassinato de personagens tem se tornado um ato rotineiro entre os escritores atuais, que parecem gostar de "eliminar" principalmente aqueles que mais cativam o público leitor. Alguns autores matam tantos personagens em seus livros que se tornaram verdadeiros serial killers de personagens.

Como leitora apaixonada, imagino dois motivos iniciais para que isso ocorra tanto atualmente. Primeiro, o escritor acredita que a morte do personagem é importante para o desenrolar da história. 
Alguns escritores montam suas narrativas de forma tão "real" que é impossível que todos os personagens tenham um final feliz onde sobrevivem todos (a vida "real" não é feliz para todos). Esse é o caso, por exemplo, nos livros da série "Harry Potter", os bruxos estão em guerra e em toda guerra há perdas; e nos livros da trilogia "Jogos Vorazes", há uma competição de vida ou morte, onde DEVE haver mortos, afinal esse é o objetivo do presidente Snow; assim como em outros livros que nos vêem a mente e que precisam ter personagens que morrem. São o que eu chamo de mortes importantes, mesmo que sofridas.
segundo motivo que imagino é porque livros assim estão vendendo. Todo escritor quer ter sua obra reconhecida e "ganhar" por seus trabalhos. Mas alguns deles descobriram uma receita "mágica" para escrever livros que vendem, mas que em essência é a mesma história com personagens diferentes.
Essa receita de escrever livros tem me irritado, pois mesmo que haja semelhanças entres os livros, os famosos “clichês”, toda obra deve ter seu diferencial.
Pessoalmente, eu, não gosto de histórias muito óbvias, aquelas que consigo prever o final facilmente ou que não tem um diferencial atrativo o suficiente para equilibrar o “jogo”.
Aproveito a deixa, para elogiar os escritores brasileiros, porque os livros que li até agora, mesmo que tenham seus clichês não são receitas de “bolo” com o mesmo sabor e aromatizantes diferentes. Espero que continuem assim.

E você leitor, acha que os motivos que imagino estão corretos? Ou não? Acrescentaria algo? Tem alguma observação?
Todos os comentários são bem-vindos, mesmos que não sejam favoráveis ao que escrevi, afinal ninguém é obrigado a pensar igual à outra pessoa. Todas as opiniões serão aprovadas desde que feitas com educação.


Um beijo e até o próximo post!

10 comentários:

  1. Muito bom seu texto e concordo com você, quando penso em assassinos o primeiro que tenho em mente é o Nicholas Sparks ele mata um por livro é sempre a mesma estoria são bonitas e vendáveis eu curto ele mas acho que cansei um pouco hehe, agora Potter, Jogos Vorazes e alguns outros tem que ter morte afinal guerra é guerra né eu só não queria que os personagens que eu gosto morressem mas fazer o que né

    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Taty! ^^
      O Nicholas realmente é um assassino de personagens... rsrs estou lendo um livro dele pela primeira vez, mas conheço a fama rsrs e pelas resenhas acho que ele tem a tal receita mágica.
      Realmente é bem ruim quando os personagens queridos morrem. :(

      Excluir
  2. Oi, tudo bom? Espero que sim.

    Primeiro devo dizer que adorei seu blog, sério. Muito legal mesmo. É sempre bom conhecer blogueiros e ler coisas tão legais. Continue assim, ok? Estou seguindo e sempre que der passarei por aqui. Gostei mesmo!
    Sobre o post, só tenho uma coisa pra falar: adorei.

    Ah, também tenho um blog literário. Passa por lá depois. Quem sabe você não gosta do meu espaço? Ficaria agradecido, é claro!

    Deixo o link: http://www.diariodebordodeumleitor.com/

    Um abração,
    Igor Gouveia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Igor!
      Que bom que gostou do blog, és sempre bem-vindo!

      Excluir
  3. Nunca tinha parado para pensar sobre isso. Talvez a morte faça a história ser mais surpreendente!

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem possível... Afinal em um livro onde tantos personagens legais morrem que vai será que vai ter o final feliz?

      Excluir
  4. O maior assassino de personagens que conheço é Martin, da Crônicas de gelo e fogo, eita homem cruel e impiedoso.
    Eu não gosto, sinceramente prefiro destinos alternativos.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Martin, o assassino de personagens rsrs
      Eu não gostava, mas acho que me acostumei, só me irrito quando o autor exagera ou cria a tal receita que falei no post.

      Excluir
  5. Realmente é sad quando um personagem amado morre, já chorei lendo por causa disso!

    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Leia e Comente, sua opinião é muito importante para mim. Caso encontrem algum problema avisem.

Cliquem em "Notifique-me" para saber quando for respondido.

* Os comentários que possuírem link de algum blog terão a visita retribuída