Slide

sábado, 10 de agosto de 2013

Versos Em Destaque- Querido John: Um Amor Com Resumo Em Ausência de Vinicius de Morais


Olá pessoal! Hoje estreamos uma nova coluna, nela vamos falar um pouco de poesia, relacionando-a com algo a mais! Essa coluna ainda está em fase de construção, por isso dicas, sugestões e críticas serão bem vidas aqui! Mas vamos ao que interessa!


Quem leu Querido John ou ao menos viu o filme vai entender do que estamos falando. (Atenção! Quem ainda não leu Querido John, PARE por aqui, esse post pode conter spoilers!!!!)
O livro de Nicholas Sparks, mais um romance “água com açúcar” que eu adoro, nos revela o que significa amar verdadeiramente uma pessoa, através do amor capaz de renunciar a si mesmo em prol do outro, que quer a felicidade do ser amado mesmo que isso seja sacrificar a sua

Podemos dizer que Savannah Lins foi uma mulher muito amada, porque tanto Tim quanto John, a souberam amar com esse amor de renuncia, tão belo e idealizado pelo poeta Vinicius de Morais, muito antes do lançamento do livro de Sparks.

AUSÊNCIA
Vinicius de Morais

Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os teus olhos que são doces.  

Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres eternamente exausto. 

No entanto a tua presença é qualquer coisa como a luz e a vida.

E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz tua voz.


Não te quero ter porque em meu ser tudo estaria terminado.

Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados.

Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada.

Que ficou sobre a minha carne como a nódoa do passado.


Eu deixarei... Tu irás e encostarás a tua face em outra face.

Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada. 

Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu, porque eu fui o grande intimo da noite.

Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa.



Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço

E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado.

Eu ficarei só como os veleiros nos portos silenciosos.


Mas eu te possuirei como ninguém porque poderei partir.



E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas.
Serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz serenizada.


E ai? Gostaram? Logo logo tem mais!

Beijinhos

Até a próxima!





20 comentários:

  1. Como não li Querido John, parei de ler o post naquele momento que você mandou rsrs

    David - Leitor Compulsivo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gabby!

    Não li o post inteiro por medo de spoilers - pois é, ainda não li esse livro - mas curti a ideia da coluna nova.

    Beijos,

    Natalia Leal
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, você vai gostar. E não se esqueça de voltar pra ler a coluna depois que ler o livro:) Bjs..

      Excluir
  3. Momento confissão: Li o post mesmo sabendo dos spoilers... Esse poema é muito lindo! ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha é lindo mesmo... quem leu o livro vai entender o quanto esse poema resume a sua história...

      Excluir
  4. Eu queria ser direta, mas não vou ser pra não cometer spoilers aqui nos comentários. O caso é que eu não gostei do final, eu não sei porquê, mas sempre que leio um romance quero que o mais óbvio aconteça, e como nesse não acontece eu fiquei frustrada com o final e não gostei. Também vi o filme, mas o livro é muitas vezes melhor.♥

    PiinkCookie.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também fiquei triste com o final. Mas a mensagem que o autor quis passar realmente resume muito bem o significado do amor verdadeiro. Bjs...

      Excluir
  5. Adorei o que escreveu,Já li o livro e vi o filme,os dois são realmente apaixonantes. O desfecho me deixou um pouco triste,imaginava outro final,mas mesmo assim esse continua sendo um dos meus livros preferidos. ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também fiquei decepcionada com o final, mas nem isso foi capaz de tirar o brilho da obra, muito pelo contrário, só o enriqueceu.:)

      Excluir
  6. Oie o/... Tudo bem?

    Bom eu gostei como colocou as palavras sobre o livro. Continue escrevendo mais \o/
    Eu quando li, tive um pouco de preconceito devido aos gêneros que eu mais gosto de ler.
    Mas fiquei curioso e devido a indicações do pessoal eu resolvi ler, e gostei, um livro muito bom, uma historia que te coloca no personagem.
    Faça mais textos assim, ficarei feliz em lê-los.
    Ah e sinceramente, não teria coragem de deixar o amor da minha vida para outro, esse jhon foi guerreiro ou não hahaha

    O filme eu achei fraco, acho porque eu me atento aos detalhes que passam no livro.

    Desse nerd, sincero Fanático por livros, li e realmente recomendo a leitura do livro. Bjos e até mais o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, os livros do Spark são muito rótulados, mas este é encantador. Que bom que gostou do post, continue acompanhando o Blog.... Bjs...

      Excluir
  7. Parabéns pelo Post, adorei.
    E Querido John dispensa comentários não é mesmo?
    Muito lindo, e recomendo a todos lerem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! E com certeza, a história é linda:)

      Excluir
  8. Uma simples verdade sobre o que ser "amor" definitivamente.
    Literalmente Spark, sabe como me emocionar com suas obras me faz rir, chorar e até mesmo me apaixonar...
    Querido John, tanto foi emocionante como triste, pelo menos pra mim. Sim se eu pudesse mudar aquele final antes de pensar eu mudaria, mas pensei tanto a respeito e entendi o que Nicolas quis mostrar, eu realmente achei que se eu amasse como John, faria o mesmo, pois era o certo, abrir mão do que se ama é inevitável muitas vezes :'(
    Adorei o post ;D

    ResponderExcluir
  9. Adorei o blog, Vinícius de Moraes é maravilhoso e o post ficou muito bom, mas eu não gostei de Querido John. Nem do filme, nem do livro. Achei muito clichê e bobo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, Vinicius de Morais é grandioso e esse é um dos poemas mais belos dele.

      Excluir
  10. Oiee Flor! Ainda não li querido John, por isso pulei a parte que fala sobre o livro, mas adorei a poesia e ideia da coluna!^^
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir

Leia e Comente, sua opinião é muito importante para mim. Caso encontrem algum problema avisem.

Cliquem em "Notifique-me" para saber quando for respondido.

* Os comentários que possuírem link de algum blog terão a visita retribuída