Slide

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

E Se Fosse Verdade - Marc Levy


Páginas: 256

Sinopse: E se Fosse Verdade... é uma história repleta de romantismo e bom humor, ingredientes que cativaram Steven Spielberg, fazendo-o adquirir, por US$ 2 milhões, os direitos do livro para o cinema. Marc Levy viu seu romance de estreia se tornar um grande sucesso de bilheteria. A história se passa em São Francisco, em julho de 1996. A jovem e bela Lauren, estudante de medicina, sofre um acidente de carro, entra em coma e vai parar no mesmo hospital onde trabalha. Apesar de seu estado, Lauren consegue, espiritualmente, voltar para o seu antigo apartamento. Lá, encontra Arthur, o arquiteto que é o novo morador do imóvel e a descobre no armário do banheiro ao ir tomar banho. Ele é a única pessoa que consegue vê-la, ouvi-la e senti-la. Inicialmente se recusando a acreditar na história de Lauren, Arthur só fica convencido de toda a verdade quando vai até o hospital e a encontra desacordada. A partir daí, ele vai fazer o impossível para ajudá-la a voltar ao seu estado natural.

 

E se fosse verdade é um romance apaixonante que me tocou ainda mais do que o filme que inspirou. Quando Lauren surge na vida de Arthur o que ele imagina é que toda a história contada por ela não passa de uma pegadinha de seu sócio Paul, e tudo o que ele deseja é se ver livre dela. 

 

Com o passar do tempo vemos como Lauren acaba se tornando parte de sua vida, fazendo com que Arthur se preocupe e se sinta responsável em cuidadar dela. O que gera um comportamento um tanto cômico no moço que então passa a falar e a interagir com alguém que ninguém mais vê.

 

No entanto, um grande perigo ameaça a vida de Lauren, os médicos do hospital onde esta esta internada e em coma convencem sua mãe a aplicar-lhe a eutanásia, então Arthur, em um "racional surto de loucura" planeja e executa sua missão de resgate. Com a ajuda de  Paul ele sequestra o corpo de Lauren do hospital e e dedica seus dias a cuidar dele e mantê-la viva e protegida, ainda que isso possa acabar a vida e o futuro que ele tem pela frente.

 

O passado de Arthur esconde muitos fantasmas que além de o assombrarem, o fazem ser como é. Percebe-se que sua perssonalidade gira em torno de todos os ensinamentos belissimos de sua mãe a quem perdera cedo demais. A história é muito mais profunda do que o romance pautado na confiança, conforto e cuidado que Lauren e Arthur encontram um no outro, é uma história sobre valores, sobre , sobre fazer sua existência ter um significado.

 

E se fosse verdade é uma das histórias mais belas e encantadoras que eu já li, e sem dúvida a minha melhor leitura deste ano, mexeu com meus sentimentos a ponto de fazer-me chorar, sorrir e sobretudo refletir a respeito de minha própria vida e de nossa existencia. Indico para todos os publicos devido a todos os ensinamentos que transmite. 

 

Trechos:

 

"Sempre gostei muito da noite, por causa do silêncio das silhuetas sem sombra, dos olhares que não cruzamos durante o dia. Como se dois mundos compartilhassem a cidade sem se conhecer, sem imaginar a reciprocidade da existência do outro."

 

"Identificar a felicidade quando ela está a seus pés, ter a coragem e a determinação de se abaixar para pegá-la... E para mantê-la. Essa é a inteligência do coração." 

 

"Você quer entender o que é um ano de vida: pergunte a um estudante que acabou de ser reprovado no exame de fim de ano. Um mês de vida: fale com a mãe que acabou de dar à luz um filho prematuro e que está esperando que ele saia da incubadora para segurar o bebê nos braços, são e salvo. Uma semana: pergunte a um homem que trabalha numa fábrica ou numa mina para alimentar a família. Um dia: pergunte a duas pessoas loucamente apaixonadas que estão esperando para se encontrar. Uma hora: pergunte a um claustrófobo, preso num elevador quebrado. Um segundo: olhe a expressão de um homem que acabou de escapar de um acidente de carro, e um milésimo de segundo: pergunte ao atleta que acabou de ganhar a medalha de prata nas Olimpíadas e não a medalha de ouro pela qual treinou durante toda a sua vida."

 Imagens:

 

Arthur e Lauren, no filme E se fosse verdade.

 

 

16 comentários:

  1. Só vi o filme e o achei lindo demais, quando soube que ele tinha sido baseado em um livro fiquei bem curiosa, mas nunca imaginei que o Arthur tinha conseguido fugir com a Lauren!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conseguiu, e se passou muito bem por um médico. No livro essa é apenas a metade da história.

      Excluir
  2. Muito lindo, assisti o filme e achei muito interessante, não sabia se tinha o livro agora que sei vou fazer de tudo para encontra o livro e começar minha viagem por essa tão rica e interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não sabia que tinha o livro até que ele caiu em minhas mãos. Leia, você vai gostar:)

      Excluir
  3. Oie Karol =)

    Eu acho esse filme a coisa mais fofa do mundo *----*
    Mas, me falaram que o livro não é tão legal assim, então estou meio que com o pé atrás ...
    A sua resenha me convenceu a dar uma chance par o livro =D espero que ele não quebre a magia que tenho pelo filme rs...

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh o livro é perfeito, tão encantador quanto o filme, e até um pouco mais profundo. Confira, você vai gostar.

      Excluir
  4. Oi Karoline!
    Não assisti o filme, mas ouço falar muito bem do autor. Fiquei curiosa!

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tanto o filme quanto o livro são perfeitos, não deixe de conferir:)

      Excluir
  5. Oi Ana,
    tudo bem?
    Essa é a segunda resenha que leio que fala a mesma coisa. Eu adorei o filme, e se o livro é melhor ainda, é claro que irei ler!!!!!! Você não sabe, esse livro já esteve por R$ 9,90 no Submarino, não acredito que não comprei!!!!!!
    beijinhos.
    Cila- leitora Voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh que pena! Vale muito a pena comprar o livro viu:)

      Excluir
  6. Ele te encantou mais que o filme? AI MEU DEUS, preciso arranjar um tempinho para ler esse livro pra ontem! <3 Sério, eu sou apaixonada pelo filme!
    Acho que vou deixar para ser uma leitura de férias. <3

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito mais! O livro é muito reflexivo, e o Arthur foi muito bem trabalhado, tornou a história muito doce e encantadora.

      Excluir
  7. Oi!
    Eu nunca li o livro, mas assisti ao filme e simplesmente amei.
    Fiquei com vontade de ler;;. Haha

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu adoro o filme e morro de vontade de ler o livro para ver as diferenças

    bjo
    Pah

    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é mais profundo, tem mais detalhes e a história é maior. Muito encantador!

      Excluir

Leia e Comente, sua opinião é muito importante para mim. Caso encontrem algum problema avisem.

Cliquem em "Notifique-me" para saber quando for respondido.

* Os comentários que possuírem link de algum blog terão a visita retribuída