Slide

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Manuscritos do Mar Morto - Adam Blake


Editora: Novo Conceito
Páginas: 480
Sinopse: A policial Heather Kennedy está em seu trabalho mais difícil: seus métodos de investigação são criticados e ela está sendo assediada por colegas rancorosos porque não lhes dá atenção. Até que lhe é atribuída o que parece ser uma investigação de rotina, sobre a morte acidental de um professor da Faculdade Prince Regent, mas a autópsia deste caso volta com algumas descobertas incomuns: o inquérito vincula a morte deste professor às de outros historiadores que trabalharam juntos em um obscuro projeto sobre um manuscrito do início da Era Cristã. Em seu escritório, Kennedy segue com sua investigação e logo se preocupa com o rumo para onde está sendo levada. Mas ela não está sozinha em sua apreensão. O ex-mercenário Leo Tillman — seu futuro parceiro — também tem angustiantes informações sobre estes crimes. E sobre a misteriosa organização mundial a que os crimes se relacionam… Escondido entre os pergaminhos do Mar Morto, um códice mortal pretende desvendar os segredos que envolvem a morte de Jesus Cristo. Entre um terrível acidente de avião no deserto americano, um brutal assassinato na Universidade de Londres e uma cidade-fantasma no México, Manuscritos do Mar Morto é o mais emocionante thriller desde O código Da Vinci.

Palavras:

Primeiro uma confissão: eu só li esse livro porque o segundo me interessou. Não que Manuscritos não tenha me interessado na época de seu lançamento, mas o próximo (O Código do Apocalipse) deixou-me ainda mais curiosa.
Segundo, vamos a história: tudo começa com a queda de um avião, próximo à uma cidadezinha no deserto norte-americano, o que causa a morte de diversas pessoas. Tudo indica que foi um acidente, mas o delegado Gayle viu algo estranho nessa história.
Depois vamos à Inglaterra e conhecemos Heather Kennedy, uma policial que preza pelo cumprimento exato a lei e que está enfrentando diversos problemas na corporação devido a essa postura, pois seu depoimento colocou sua carreira e de seus ex-parceiros em risco. Devido a essa rixa com outros policiais, Kennedy foi designada à um caso de assassinato que estava parado há três semanas. Além disso, ela tem um novo parceiro que acabar de se tornar detetive, Chris Harper.
Leo Tillman é um ex mercenário que perdeu a mulher e os três filhos há treze anos, mas ao contrário de todos os que chegaram a investigar o desaparecimento na época, ele não tem dúvidas que eles estão vivos. Seu objetivo em todos esses anos foi e continua sendo encontrar sua família e pegar o sequestrador.
Três histórias ligadas por um nome: Michael Brand. Mas vai além, é o que nos mostra o autor, pois Michael Brand não age sozinho, não age em um único tipo de crime, mantém hábitos que o delatam, mas não entregam. Ele é minucioso, seu pessoal gosta de códigos e não hesita em eliminar quem for considerado uma ameaça.
No meio disso, temos os Manuscritos do Mar Morto, o Rum, não a bebida, mas o códice, que é uma versão perdida do Evangelho de João (talvez até algo mais) e diversos assassinos tão parecidos entre si quanto fatais.
Acho que deu para perceber que temos muita história e acredite, essa é só uma parte dela. Há muito a desvendar e o enredo foi construído de forma a ir mostrando pouco a pouco os fatos que revelam o que está escondido em cada página e a cada atitude. Por exemplo, mesmo depois de lidas umas 70 páginas do livro, eu ainda não conseguia imaginar como iriam histórias tão diferentes e em lugares tão opostos se unirem, mas ao terminar, cada detalhe que eu repassei fez todo sentido e se enquadrou perfeitamente no todo.
Passamos por diversos lugares, desde o Leste Europeu até a América do Norte, e a descrição dos lugares foi boa o suficiente para imaginarmos, mas senti que foram evitados maiores aprofundamentos em alguns momentos, enquanto em outros vemos tudo em detalhes.
Todos os personagens são interessantes e tão humanos quanto é possível criar, suas histórias principais e secundárias nos cativam e ajudam a entendê-los e explicam suas atitudes, mas isso é feito aos poucos, assim como a revelação dos fatos que já mencionei.
Incomodou-me um pouco quando o autor dava uma pausa meio brusca nas cenas que se desenvolviam e explicava excessivamente como funcionava uma determinada arma ou outro tipo de detalhe. Apesar de ser incomoda, a ideia é interessante por agregar mais informações à história e demonstrar que o autor tem um conhecimento vasto sobre os assuntos que se propôs abordar, acredito que poderia haver uma forma melhor de fazê-lo.
No mais, convido todos que gostam de livros de ação com bases teológicas a ler (e a comentar aqui) sobre ele. Se você não conhece o estilo, tenha em mente que o maior nome dele no momento é Dan Brown, que infelizmente ainda não li.

Imagens e Trechos:

“— Eram Ravellers. Estavam todos no grupo. E...
Ele esperou. Nada mais veio.
Alô?
Estavam trabalhando na mesma tradução.”

Em sua jornada para o oeste através da Europa, ele adquirira consciência como nunca antes de que era tanto a caça como caçador.”


“—E você deveria ter medo dele. Ele é simplesmente estúpido demais para saber quando já perdeu ou quando se render. Vai ignorar aquele bilhete. Não vai parar de procurar. Um dia, ele vai olhar nos seus olhos, Kuutma, e um de vocês vai piscar.”

Classificação:


Essa resenha também foi publicada no Arca Literária: aqui

13 comentários:

  1. Oi Anna! Eu fui lendo e pensando no autor Dan Brown e no final você citou ele. Eu gosto de narrativas neste estilo, não li nada do autor, mas pelos seus comentários é uma história interessante, só fiquei preocupada com as pausas para explicações que o autor dá, isso geralmente quebra o ritmo da história.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! A narrativa é muito boa e nos envolve.
      As pausas realmente quebram um pouco o ritmo, mas acho que dá para superar tranquilamente.

      Excluir
  2. Hey
    Acredita que também lembrei de Dan Brown quando vi sobre esse livro?
    Também recebi ele, mas ainda não o li e sim, também me interessei mais pelo segundo.

    Adoro histórias com localidades diferentes, mas espero que não seja cansativo.

    Ótima resenha!

    bjs e uma ótima terça
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    acho que não vou gostar do livro então, odeio narrativas longas, principalmente quando param uma cena legal para ficar falando detalhes inúteis!

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu disse, também não sou muito fã dessas pausas. Mas acredito que dá para superar, pois o livro tem uma fluência boa, mesmo com elas.

      Excluir
  4. Confesso que esse livro não chamava muito minha atenção, mas depois da resenha curiosa já para ler.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz por você ter ficado curiosa! :D

      Excluir
  5. Estou muito interessada em ler os livro, e assim como você, fiquei mais curiosa por conta do segundo. Mas estou com um pouco de receio do livro ser arrastado. :(

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  6. Oii Anna!
    Faz algum tempo que estou com esse livro aqui, mas ainda não me senti muito motivada a lê-lo. :s
    Mas confesso que a sua resenha mudou um pouco esse meu sentimento e me deixou curiosa quanto à leitura! :D
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Eu pretendo ler essa obra em breve. Ela é exatamente do gênero que me agrada. Parece ser incrível.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de Maio

    ResponderExcluir
  8. O meu primo me emprestou esse livro e estou para começar ele. Mas já desanimei em saber que vai ter continuação.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Oi, Gabby!

    Eu queria muito ler esse livro, mas daí disseram que a leitura é um tanto arrastada... E eu curto livros que vão rapidinho, sabe? :s

    Mesmo a sua resenha sendo incrível, ainda não me cativou \:

    Beijão,

    Natalia Leal
    Páginas Encantadas
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir

Leia e Comente, sua opinião é muito importante para mim. Caso encontrem algum problema avisem.

Cliquem em "Notifique-me" para saber quando for respondido.

* Os comentários que possuírem link de algum blog terão a visita retribuída