Slide

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Por Toda a Eternidade - Kristin Hanna

Editora: Novo Conceito
Páginas:400
Sinopse: Tully Hart é uma mulher ambiciosa, movida por grandes sonhos que, na verdade, escondem as lembranças de um passado de abandono e dor. Ela acredita que pode superar qualquer coisa ao esconder bem fundo os sentimentos de rejeição que carrega desde a infância... Até que sua melhor amiga, Kate Ryan, morre. Então, tudo começa a mudar para Tully, que se vê escorregando em um precipício cheio de memórias melancólicas e remédios para dormir... Dorothy Hart — ou Cloud, como era conhecida nos anos 1970 — está no centro do trágico passado de Tully. Ela abandonou a filha repetidas vezes na infância. Até que as duas se separaram de uma vez por todas. Aos dezesseis anos, Marah Ryan ficou devastada pela morte da mãe, Kate. Embora seu pai e seus irmãos se esforcem para manter a família unida, Marah transformou-se numa adolescente rebelde e inacessível em sua dor. Tully tenta aproximar-se de Marah, mas sua incapacidade para lidar com os sentimentos da afilhada acaba empurrando a menina para um relacionamento infeliz com um rapaz problemático. A vida dessas mulheres está intimamente ligada, e a maneira como elas vão rever seus erros e acertos constrói um romance comovente sobre o amor, a maternidade, as perdas e o novo começo. Onde há amor, há perdão...

Em Por Toda a Eternidade Tully Hart é uma grande estrela da TV, perseguida por um passado sombrio de abandono e dor. Sua vida gira em torno do trabalho e da melhor amiga Kate Ryann, que lhe devotou todo o amor que aquela não teve de sua própria família. O mundo de Tully desaba quando Kate descobre estar com um câncer, que vem a causar-lhe a morte. A falta de Kate desestabiliza todos ao seu redor. Lidar com a falta de Kate não foi fácil para a amiga Tully, nem para o marido Johnny, e menos ainda para a filha Marah.


Diante de toda a dor, Tully se afunda na depressão, vivendo a base de remédios e não se sentindo apta para o próprio trabalho. Porém quando decide que é hora de voltar, toda a expectativa de trabalho se transforma em um infinito de portas fechadas.

Os problemas da vida de Tully só pioram, e a dificuldade de Johnny em lidar com a própria dor torna a perda de Kate a torna ainda mais destrutiva para a filha Marah, uma adolescente antes cheia de vida, e hoje depressiva e com compulsões autodestrutivas. No intuito de cumprir a promessa feita a Kate e cuidar de sua família, Tully na busca desesperada por ajudar à afilhada Marah, involuntariamente acaba colocando em seu destino Paxton,um garoto problemático que só aumentará as preocupações da família.

Este foi o primeiro livro que li da autora Kristin Hanna, e confesso que as primeiras 100 páginas foram confusas para mim. A narrativa é alternada, tanto entre capítulos, quanto dentro deles, em uma confusão de vozes; isto porque o livro é narrado parte em primeira pessoa pela protagonista Tully, parte em terceira pessoa. Outra característica marcante da obra é que ela se inicia com o acidente de carro de Tully, após sofrer um grande golpe da afilhada, e a história é narrada a partir daí. Narrada no tempo presente e no passado, além de trazer em seu texto a visão do presente da própria Tully, daquilo que acontece ao seu redor no tempo do coma, e diálogos que esta mantém no plano espiritual com a amiga a morta.

Tais aspectos, apesar de terem-me gerado certa agitação no principio do livro, evoluíram de modo a contribuir com o enriquecimento da trama, formando uma narração mais dinâmica. Porém, ainda acredito que a escritora pecou em algumas transições entre a narração de terceira e primeira pessoa, pois em várias partes do livro ela repete desnecessariamente fatos já narrados.

Os personagens foram muito bem construídos, e cada um possui uma história e uma razão de ser. O livro gira em torno da Tully, mas dá ênfase a história de todos os personagens, nos levando entender as desventuras de cada um, isso nos aproxima dos mesmos e faz com que nos envolvemos na história.

Além disso, a história chama atenção para vários problemas sociais e psicológicos, como a depressão, a compulsão em se cortar, o uso de drogas, a dependência química, e os casos de violência doméstica.

Indico o livro para aqueles que gostem de dramas, com um leve toque de sobrenatural. Por Toda a Eternidade é um livro que nos passa lições de vida, nos ensina o poder do amor nas relações.


16 comentários:

  1. Oi Karol!
    Ainda não li Por Toda Eternidade, quer ler Amigas Para Sempre Antes. Mesmo com a editora afirmando que é possível ler os livros de forma independente, que não há prejuízo na história, eu ainda acho bem melhor ler na ordem... manias de leitor, né? Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É possível. Eu li sem nem mesmo saber que se tratava de uma continuação e não teve prejuízo nenhum... hahaha

      Excluir
  2. Oiee ^^
    Não gosto muito de dramas, e esse livro não me deixa curiosa *-* A capa dele é bem bonita, mas depois daquela confusão de edições quando um livro foi publicado por uma editora e o segundo por outra, fiquei ainda menos curiosa para conhecer a história...
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda a capa! Que pena que você não gosta do gênero. É uma história bem encantadora apesar dos pesares...

      Excluir
  3. Oi Karol!
    Também acho confuso quando muda o narrador... E a história do livro não me atraiu muito, não sei se leria.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A autora não trabalhou muito bem as transições, e acabou ficando repetitivo. Mas eu gostei da historia em si.

      Excluir
  4. Ainda não tenho esse livro, mas está na lista! ótima resenha.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois corra para adquiri-lo, é muito bom... Obrigada:)

      Excluir
  5. Eu gosto muito desse gênero, a história parece ser ótima!
    Beijos e bom final de semana

    http://blogvermelhovintage.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente muito boa a história... Bom fim de semana para você também!

      Excluir
  6. Oi karolina, tudo bem?
    As resenhas que eu tenho lido estão elogiando mais o primeiro livro, e comentando que esse que você leu não é tão bom quanto o outro (não lembro o nome do outro agora, mas pesquise).
    Eu gosto de dramas sim, só não sei se quero ler, fiquei realmente em dúvida. Sabe o que gostei nesse livro? Estão tratando a perda da forma como ela acontece, bem realista. Pois na maioria dos livros, a pessoa com o tempo esquece. Mas sabemos que não é assim, dói muito, não aceitamos e algumas pessoas ficam com problemas, como os personagens.
    Gostei da sua resenha.
    beijinhos.
    cial-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou. Eu só soube que era uma continuação depois de tê-lo lido. Não tenho curiosidade em ler o outro. E realmente, a perda que os personagens sofrem, marca a vida de cada um de maneira definitiva.

      Excluir
  7. O que mais me atrai no livro é a narrativa em várias vozes; geralmente gosto quando esse recurso é usado. Personagens bem desenvolvidos e a atenção aos distúrbios psicológicos são aspectos que também chamaram minha atenção. Honestamente, não imaginava que o livro trouxesse tudo isso. Penso em lê-lo, ainda que não tenha certeza de quando.

    Beijos, Livro Lab

    ResponderExcluir
  8. Eu recebi esse livro da editora, mas confesso que não estou empolgada para ler, aliás nenhum pouco. Saber que ele é a continuação de outro livros, mesmo que os enredos não sejam conectados me desanimou mais ainda porque não tenho o primeiro. Ela ser bem dramática e de chorar vai depende do meu humor quando vou lê-lo, por enquanto não.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem prejuízo nenhum pra leitura, eu também não li o primeiro volume.

      Excluir

Leia e Comente, sua opinião é muito importante para mim. Caso encontrem algum problema avisem.

Cliquem em "Notifique-me" para saber quando for respondido.

* Os comentários que possuírem link de algum blog terão a visita retribuída