Slide

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Não Pare! - FML Pepper




Editora: Independente
Páginas: 318
Sinopse: Uma vida normal e tranquila seria tudo que uma adolescente odiaria ter, certo? Não para Nina! Por que tinha que viver como uma nômade (ou fugitiva!), mudando de cidade ou país a cada piscar de olhos? Por que não podia saber nada sobre o paradeiro de seu pai? Por que sua mãe era tão neurótica e supersticiosa? Milhares de perguntas. Nenhuma resposta. O que significavam aqueles estranhos calafrios, acidentes e mortes que insistiam em acontecer ao seu redor? Teriam eles alguma ligação com o seu defeito de nascença? Ou seriam causados pelo selvagem bad boy de hipnotizantes olhos azuis-turquesa que costumava aparecer nos momentos mais assustadores? Nina jamais poderia imaginar que aquele garoto sombrio de corpo escultural e fisionomia atormentada lhe abriria os olhos para um universo paralelo. Só ele tinha as respostas para os seus mais íntimos questionamentos, mas cobraria um preço muito alto para fornecê-las: A vida dela!

Palavras:

Eu sou fascinada pela morte, suas histórias e versões. Mas o Richard é uma morte tão apaixonante quanto irritante, além de ser um enigma.

Stela e Nina, são mãe e filha. Elas nunca ficam por muito tempo em um mesmo lugar, tudo porque Nina sempre sofre acidentes que deixam a mãe desesperada e a procura de um lugar seguro para elas morarem. E é por isso que elas estão em New York.
Nina nunca fica tempo suficiente em uma cidade para se aproximar das pessoas, então se isola o máximo que pode. Mas algo está diferente, Stela também deseja abandonar as intensas viagens e Nina, após quase 17 anos de nomadismo, aproveitará essa oportunidade.
Bom, esse era o plano, entretanto Kevin, um loiro lindo e gentil, Richard, um bad boy irritante de intensos olhos azuis-turquesa, e diversas perseguições e acidentes suspeitos irão mudar os planos da garota; o mundo ruirá e nada será o que aparenta. E aquele que a mantém viva, também será sua morte, a menos que ela ouça a mãe e fuja.
Em quem confiar quando todos mentem, enganam e tentam matá-la?
Não sei se deu para notar, mas nesse livro não há um momento que você possa dizer que as coisas ficaram lentas e você pode respirar sem se preocupar com algum detalhe, personagem ou dúvida.
Pois ou estamos fugindo de perseguições ao lado da Nina, ou estamos presenciando mais uma discussão com Stela sobre o porquê das várias mudanças e mentiras, ou pesquisando sobre os fenômenos pelos quais ela passa, ou vemos Nina ser salva, ou acompanhamos os ataques... E muitos outros “ous” e é quase difícil de acreditar que tanta coisa aconteça em pouco mais de trezentas páginas!
Além do ritmo eletrizante dos acontecimentos a autora construiu os capítulos para terminar com aquele “eu preciso ler mais um capítulo, só mais um” e nisso lemos tudo. Sério, todos os capítulos instigam a leitura imediata do próximo. E o final do livro então? Está me torturando e eu preciso saber logo o que acontecerá em “Não Olhe!”, segundo livro.
A narrativa é feita por Nina, então temos contato apenas com o que ela sabe, suas dúvidas e medos. Achei importante ser assim, para que fossemos descobrindo os detalhes junto com ela, tornando a história mais enigmática.
Os personagens secundários e suas histórias são interessantes, mas entender a mitologia que envolve Nina, Richard, Stela e Kevin se tornou uma necessidade e por mais que respostas sejam dadas, muitas outras perguntas surgiram.
Incomodou-me um pouco não saber mais sobre o porquê de Nina ser tão especial, mas outras garotas que passam pelos mesmos fenômenos não serem... Acho que é só minha curiosidade agindo, mas eu sou assim mesmo.
 
Imagens e Trechos:
 
“Fechei os olhos, cerrei os punhos e, com muita dificuldade, obriguei-me a tragar oxigênio. Bloqueada. A passagem de ar para os meus pulmões estava totalmente vetada. Eu estava me asfixiando. Ar. Eu precisava respirar. Cristo! O que estava havendo comigo?”

— Suba! [...]
Como aquele louco havia escapado?
— Não! — estanquei assustada.
— Rápido! Antes que eu me arrependa. — Impaciente, Richard freou a moto, mas a manteve ligada.
— NÃO! Eu não vou com você a lugar nenhum!”

“— O acidente... Phil... Você sabe! — balbuciei aturdida.
— Eu não sei do que você está falando, Tesouro.
— Sabe sim! — rosnei. [...]
— Mas você não me ouviu. E vai pagar por isso.
E saiu.”


Classificação:


14 comentários:

  1. Que bom que você gostou do livro Anna!
    A autora escreve muito bem!

    http://www.viajenaleitura.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Uau, uau, uauuuuuuuu, Anna!
    Sua resenha ficou MA-RA-VI-LHO-SA!!!!!!
    A forma como escreveu, suas descrições, tudo feito com cuidado e perfeição. Adorei mesmo!
    Mega beijocas,
    Pepper

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, obrigada e mais obrigada, Pepper! :D Eu gostei muito de ler e de resenhar "Não Pare!" :D

      Excluir
  3. Olá Anna!
    Hmm... A história me interessou, mas ao mesmo tempo ela não me interessou. Entende? É aquele livro que você fica olhando para ele por horas decidindo se vai lê-lo ou não. Quando tiver a oportunidade eu dou uma olhadinha melhor nele e vejo o que acho.
    Beijos!
    http://refugiorustico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olhe mesmo e se possível leia!
      Ele merece uma atenção, pois é um ótimo YA.

      Excluir
  4. Olá.
    Li muitas resenhas e a autora até propôs a parceria, mas no momento não podia, uma pena ainda não ter a versão física.
    Haha, da para imaginar, não da para parar, acho que é por isso o título do livro...
    Vou procurar saber mais, sua resenha ficou muito boa.

    Beijos!
    De tudo um pouco da Thá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena você não poder :/
      Mas esse é um livro muito bom! E que merece atenção e, menina, eu li tão rápido que digital ou não foi ótimo!

      Excluir
  5. Oie,
    caramba, li tantas resenhas positivas sobre este livro que estou quase fazendo uma loucura e indo comprar de qqer jeito kkk

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quer um conselho? Compre! hahaha
      O custo benefício compensa!!! ;)

      Excluir
  6. Olá.
    Muito boa sua resenha. Já vi algumas outras resenhas positivas para o livro e fiquei muito curiosa para ler. E a capa é tão linda UAHSUHAUSAH Que bom que gostou do livro. Muito bom quando só pegamos o livro para ler um capítulo e quando vimos já foi quase tudo.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing
    http://thisadorablething.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ótimo ler um livro de uma vez, mas ruim é ter outras coisas para fazer kkkkk
      Eu também gosto muito dessa capa.

      Excluir
  7. Oi Gabby?!
    O primeiro livro que vi foi "Não olhe!", simpatizei c/ ele desde o inicio, não sei pq... acho q meus instintos não falharam...Pelos diversos comentários que já vi, dá p/ perceber q o livro é realmente bom. Tenho muita vontade de lê-lo e depois da resenha, fiquei mais empolgada ainda. E, p/ completar, o trecho q vc escolheu é muito legal!! Realmente, só c/ este trecho tá vontade de saber todo o livro.. Fiquei mega curiosa aq!! Eu tenho q ler!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jéh, leia! Mas comece por "Não Pare!", ok? kkkk

      Excluir

Leia e Comente, sua opinião é muito importante para mim. Caso encontrem algum problema avisem.

Cliquem em "Notifique-me" para saber quando for respondido.

* Os comentários que possuírem link de algum blog terão a visita retribuída