Slide

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

A corte infiltrada – Andrea Nunes



Editora: Carpe Diem
Páginas: 224
Sinopse: O que você faria se descobrisse que não é mais dono dos seus pensamentos? Enquanto o Supremo Tribunal Federal está negociando um contrato milionário para instalar um moderno sistema de telecomunicações que facilita o diálogo seguro entre seus ministros e a transmissão de notícias para o mundo, um certo laboratório de pesquisas avançadas em neurociências, consegue, com um experimento científico, devassar a última barreira da nossa individualidade: a mente humana.
O Mestre budista, Nobu Kentaro, sabe que esse é um segredo de consequências imprevisíveis que não poderia cair em mãos erradas. Mas quando está prestes a falar a verdade, ele é assassinado. A única pista que deixou foi um gesto misterioso feito na hora de sua morte. Para desvendar o que está por trás desse assassinato, o jornalista investigativo Edgar Trigueiro, e a noviça Taís Fonseca, monja aprendiz residente de um mosteiro zen budista, precisam somar os conhecimentos que detêm sobre os segredos milenares do Oriente e as corrompidas estruturas de poder em Brasília.
Utilizando elementos de ficção científica baseados em descobertas acadêmicas recentes e surpreendentes no campo da neurologia, o novo romance de Andrea Nunes mescla um suspense de tirar o fôlego com fatos reais da cena política e bastidores da Justiça brasileira, revelando uma desconcertante promiscuidade entre o Crime Organizado e o Poder em Brasília.

Hey gente! Esse é o segundo livro da autora Andrea Nunes que leio, sendo o primeiro O código Numerati, já resenhado aqui.  Como o outro, “A corte infiltrada” traz uma clima de conspiração a cada página. Mas vamos à resenha!


A ciência a cada dia amplia seus conhecimentos. E a linha imaginária entre o certo e o errado é ténue, sendo muito fácil transformar uma descoberta positiva no pior dos perigos.
O Supremo Tribunal Federal (STF) está investindo em uma nova tecnologia para a comunicação dos ministros, assessores e jornalistas que trabalham no plenário. O equipamento é de última geração, com um custo baixo. Seria a perfeição... Edgar Trigueiro, jornalista, passou a pesquisar sobre essa nova tecnologia e seu faro investigativo o fez sentir que havia algo errado na história. E então um monge budista, Nobu Kentaro, foi assassinado de forma misteriosa pouco antes de ir falar com o presidente do STF. E aí o feeling do jornalista apitou novamente.
O monge morava em Pernambuco, mesmo lugar de onde viria a tecnologia que foi contratada para o STF. Determinado a descobrir tudo sobre essa história ele embarca para Pernambuco, vindo a conhecer Thais Fonseca, noviça e aprendiz de Nobu. Juntos, eles investigam o caso. Mas o que pode acontecer quando verdade, loucura, ciência e crime se misturam?

Mais uma vez, eu fui completamente envolvida pela história viciante da Andrea. A narrativa construída em terceira pessoa traz pesquisas científicas reais, o cenário político atual, o jogo de interesses, o crime organizado e as conspirações. Formando um enredo muito bem construído e totalmente crível. E por ser tão fácil visualiza-lo é ligeiramente perturbador, principalmente, após o final (falarei logo mais sobre ele). Fica nítido que a autora conhece muito sobre o assunto que se propôs a escrever, seja pela prática (visto que trabalha na área jurídica) seja porque pesquisou sobre o tema.
Os personagens são ótimos de acompanhar, suas motivações e personalidades são distintas. Tornando a história mais rica. Pois cada um tem a contribuir na investigação. Eu desconfiei de todos que não eram o casal de protagonistas. Já que quando se trata de histórias sobre controle da mente, nunca se pode confiar nos personagens, afinal, todos podem ser manipuladores ou manipulados.
Falando em controle da mente, a abordagem ao tema foi muito bem feita, pois como já mencionei a história toda se baseia em pesquisas reais. Característica das obras da autora. E todos os fatos reais são citados em notas remissivas.
O interior é simples tendo um tamanho de fonte bom e páginas amarelas, infelizmente, a diagramação não foi tão boa. Pois em algumas partes, poucas, vale dizer, metade de um parágrafo descia para a linha seguinte.
Não consigo imaginar uma capa melhor para esse livro. Ela possui vários símbolos que se referem a partes da história.
Indicado para quem gosta dos temas que já citei: conspiração, investigação, crime e política.

“Muito mais sinistro do que dopar as mentes... é tentar entrar dentro delas!”

“A curiosidade, senhor Edgar, é uma faca de dois gumes. Ela edifica ou destrói um homem.” 


E aí? Alguém interessado nesse romance policial?


14 comentários:

  1. Oi Anna!

    Não conhecia o livro, mas pelo o que você falou, parece bem legal, só não sei se o leria...

    Mesmo assim, parabéns pela resenha! Ficou muito boa, haha!

    Abs!

    Seguindo aqui ^^
    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Jhon! Mas dê uma chance ao livro! Vai valer a pena! :D

      Excluir
  2. Oi Anna.
    Eu não conhecia esse livro, mas a verdade é que agora que estou começando a entrar nessa gênero policial investigativo, estou me envolvendo mais e sempre buscando novas dicas.
    Nada como um enredo que se passa em terras brasileiras e com personagens distintos, isso é importante.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Paty!
      Para você que esta entrando no gênero agora, esse pode ser uma boa pedida. Pois vai além do policial, envolvendo conspirações e uma pitada de romance.

      Excluir
  3. Nossa! A literatura Nacional está sem dúvida alguma renovada. Adorei a sinopse, intrigas, conspiração, narrado em terceira pessoa, tudo que adoro. E para me deixar mais atraída, pelo que vi, se passa em Pernambuco. Adoro quando os autores usam locações nacionais, já que muitos deles estranhamente preferem optar por locações internacionais. Outro fator que me chamou a atenção foi a expressão "perturbador". Preciso ler este livro.

    http://cafeecomletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que chamou sua atenção e sério: o final é realmente meio perturbador.

      Excluir
  4. Pelo que você falou este livro parece ser legal ... Mas sempre fico com um pé atrás para ler livro meio ficção cientifica , então não tenho certeza se leria ... Porém me pareceu ter um enredo muito bom !
    Bjo ,
    http://umcupcakeliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tati, coloca esse pé na frente e pegue esse livro para ler! Ele é muito bom!

      Excluir
  5. Olá,
    Tudo Bem?

    Eu leria, pela sua resenha eu me identifiquei com o livro, o enredo parece eletrizante.
    Muito Bom :)
    http://isaaczedecc.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oiiii
    Cada vez me surpreendo mais com os livros nacionais, o enredo é fantástico e minha cara rs.
    Adoreia resenha todos os pontos importantes foram ressaltados e sem spoilers.

    Jéssica Rodrigues
    www.coracaoleitor.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Jéh! :D
      Leia o livro é incrível!

      Excluir
  7. Anna, querida, passo por aqui apenas para parabenizar mais uma vez sua competente resenha, aue conseguiu captar com muita sensibilidade as nuances de mais um livro meu, e aproveito para desejar muito sucesso para você, seu blog e parceiros. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Andrea! É sempre um prazer ler e resenhar uma de suas histórias! :D

      Excluir

Leia e Comente, sua opinião é muito importante para mim. Caso encontrem algum problema avisem.

Cliquem em "Notifique-me" para saber quando for respondido.

* Os comentários que possuírem link de algum blog terão a visita retribuída