Slide

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Atemporal – Rodrigo Mendes


Editora: Novo Século
Selo: Talentos da Literatura Brasileira
Páginas: 238
Sinopse: Ano de 2023.
Lucas, um jovem policial, encontra evidências de um crime não solucionado, e que foi cometido em 1983. O caso contém ligações com seu pai, um policial aposentado que se culpa desde então por não ter impedido tal homicídio que o marcou para a vida toda.
Disposto a desvendar o mistério e levar o assassino à Justiça, o jovem policial embarca em uma corrida contra o tempo, e, mesmo sofrendo ameaças, segue com a investigação obtendo também a ajuda de um misterioso informante.
Paralelo a isso, ele acaba tendo acesso a uma poderosa descoberta científica: a invenção de uma máquina do tempo que pode estar sendo usada por uma empresa para fins ilícitos. Porém, envolver-se nesse intrincado caso pode resultar mudanças inimagináveis na vida de Lucas e na de todos ao seu redor.

Hey gente! Hoje meu assunto é um livro de ficção científica que chegou em minhas mãos graças ao blog Livroterapias e ao book tour que eles promoveram. E foi uma sorte, sabe?! Porque eu já estava de olho nele há um tempo...
Vamos a ele!

Atemporal” do escritor Rodrigo Mendes traz uma história que começa em 1983, ano em que dois policiais parceiros de longa data se envolvem no caso de uma organização perigosa. Esse caso leva André a uma morte misteriosa e Henrique (Rico) a se culpar por não salvar o amigo.
Então damos um salto no tempo e a história continua em 2023, época em que conhecemos um jovem policial, filho de Rico, que se chama Lucas. Dono de caráter e determinação fortes, ele descobre com certa ajuda que uma pista encontrada na cena do crime em que estava o corpo de André, quarenta anos atrás, foi fabricada no futuro. Mais precisamente naquele mesmo ano. Seria isso possível? Como? E assim se inicia uma corrida contra o tempo, pois a data da tal pista é dali alguns dias.
Com a narrativa em terceira pessoa de forma fluída e instigante somos conduzidos por essa investigação policial. Utiliza-se diversos cliffhangers, ao narrar cenas e partes de situações, que atiçam a curiosidade e deixam dúvidas no ar. Tornando quase uma obsessão ler o próximo capítulo!
Os personagens são envolventes, principalmente Lucas. Ele se torna o policial ideal?! Ou algo assim. E a todo momento torcemos para que resolva o crime e que todos continuem vivos e bem, se isso acontece, só lendo para saber!
A cada pista novas teorias foram se formando em minha mente quase “sherloquiana”.  E apesar de ter imaginado parte do final, não imaginei que o clímax e o desfecho se dariam daquela forma. Foi angustiante, chocante, irritante e um final cheio de exclamações emocionais. Ok, traduzindo, foi muito bom! Fechado e com mais possibilidades para se imaginar. Mas eu desejo que o autor escreva mais para saber o que acontece ao Lucas após o final.
Alguns pontos que quero comentar: 1) Mendes desenvolveu algumas formas de tecnologia para 2023 que são fáceis de imaginar, tornando mais realista o espaço. Já que a cada dia temos zilhões de inovações. 2) Conduzir uma história sobre viagens no tempo, não é muito simples, pois paradoxos não são fáceis de resolver, mas aqui a condução foi muito bem feita.
A diagramação é simples e a capa muito me agrada. As páginas são amarelas e a fonte possui um tamanho médio. Eu estava muito envolvida com a história, então se há erros na revisão, passei direto e não notei.
Indico para todos os que apreciam uma boa ficção científica e para aqueles que gostam de histórias com enigmas e pistas. 


Mais uma vez se sentiu paranoico. Mas certo dia ele leu em algum lugar, não se recordava agora aonde tinha sido, que os paranoicos sobrevivem. Os desligados não. Provavelmente uma frase dita por um paranoico, mas que fazia todo sentido. Melhor pecar pelo excesso de zelo do que pelo excesso de descuido.





7 comentários:

  1. Ok, agora eu estou louca para saber como é o desfecho haha eu já tinha visto esse nacional em algumas lojas virtuais mas nunca tinha parado para ler a sinopse e do que se tratava. Fiquei bem feliz com sua visão do livro, vou colocar na minha lista de futuras leituras.

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Jhey!! Espero que leia e goste! :D

      Excluir
  2. Oi Anna, eu estou participando deste book tour e acho que em breve vou receber o livro. Espero gostar muito da leitura, pelo menos lendo a sua resenha eu já gostei muito.

    Beijos.


    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/


    Participem do -- Top Comentarista de Fevereiro--

    ResponderExcluir
  3. Se sentir culpado pela morte de um amigo por não salvá-lo é uma dor que o personagem carrega que dá até aflição e a gente sofre junto com ele.
    Fiquei bem interessada em ler, ainda mais em saber que é autor nacional

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 3 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
  4. Adorei essa capa, tão singela mas ainda assim trazendo um grande significado. Sou bem viciada em ficção científica, temas policiais, então provavelmente vou gostar desse também, a história tem tudo pra ser boa mesmo *-*

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Um Caso Perdido", vem conferir!

    ResponderExcluir
  5. Oi Anna!

    Fico feliz que tenha gostado da Atemporal, realmente o final foi de tirar o fôlego ~abana~
    Obrigada pela participação do Book Tour <3

    Beijos
    ~nathália
    www.livroterapias.com

    ResponderExcluir

Leia e Comente, sua opinião é muito importante para mim. Caso encontrem algum problema avisem.

Cliquem em "Notifique-me" para saber quando for respondido.

* Os comentários que possuírem link de algum blog terão a visita retribuída