Slide

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Íntimas Palavras - Carlos Almil Ferreira


Sinopse: Íntimas Palavras é uma antologia poética que tem a imensa pretensão de expressar o amor, em suas mais diversas facetas e formas de linguagens. Muitos deles em primeira pessoa, como as recitações de um eterno amante. Pois assim é também o poeta, não é? Um apaixonado que vai preenchendo vazios onde há ausência de sensibilidade e de afeto, e segue transformando o sofrimento “na linguagem universal do amor”.

Páginas: 128

Editora: Novo Século
 




Olá pessoas!!! Sentiram minha falta? Espero que sim! Estive ausente por um tempo, devido há um furacão que passou pela minha vida, foram perdas fatais de pessoas amadas, sobrecarga com a faculdade, desajustes psicológicos, e até mesmo a famigerada dengue que me incapacitou por quase duas semanas. Mas depois de tudo isso, estou retornando aos trabalhos, cheia de novidades para vocês! 

Hoje venho falar desse livro que é muito especial para mim. Íntimas Palavras é uma antologia poética, que objetiva proclamar o amor, nas suas mais diversas formas. Percebe-se que a escrita do autor se utiliza de uma linguagem simples,o que faz com que o livro seja indicado para todos os tipos de leitores. 

Até mesmo aqueles que não são grandes amantes ou conhecedores da poesia, terão facilidade em entendê-lo e se identificarem com as palavras ali contidas. Os poemas são curtos, e entregam com eficiência a mensagem proposta. Em poucas linhas o autor é consegue expressar amor intenso e vívido. Sentimentos transbordam de cada verso. Um dos traços que me chamaram a atenção é que os mesmos não trazem recursos linguísticos complexos, mas são arranjos de palavras que pelo romantismo que trazem, fazem-se poéticas. 

O autor utiliza clichês para representar o amor, sendo que são traços muito marcantes da sua escrita, a utilização de metáforas, e a comparação dos sentimentos e do ser amado a elementos da natureza. Em muitos de seus textos cita as flores, as estrelas, o vento... Traz elementos tão carregados de romantismo, que mesmo sob forma de metáfora apresenta fácil entendimento para qualquer leitor.

Quebra paradigmas na escrita dessa obra ao não fazer das rimas tão características da poesia regra em seu texto, a maioria dos poemas são escritos em verso livre. No entanto, nos versos em que as rimas aparecem, vem em compatibilidade com a simplicidade apresentada no restante da obra. São as rimas que surgem em função da poesia, e não a poesia em função das rimas. 

Ìntimas Palavras é um livro que me encantou e me contagiou com o romantismo que apregoa. Indico para todos os tipos de leitores, em especial para os românticos, mesmo para aqueles que comumente não leem poesias.


E o amor se fez sozinho,
sem promessas.
O amor se fez amor no meu peito.
Bem devagarzinho... 
Feito poema escrito às escondidas,
de madrugada, noite calada, momento perfeito
 foi encravado de um jeito
que às vezes, à toa, pula de mim, 
e te faço poemas sem fim...


3 comentários:

  1. Oi Karol, tudo bom?
    Adorei sua resenha, o livro parece ser muito bom!
    Um beijo.
    Garota do Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Que bom que gostou! É ótimo o livro!
      Bjs...

      Excluir
  2. Bom dia Karol!

    Que resenha linda! Muito obrigado por palavras tão carinhosas e positivas sobre o ÍNTIMAS PALAVRAS.
    Descobri o blog de vocês por acaso e que grata surpresa...ganharam um fã.
    Beijo grande!

    ResponderExcluir

Leia e Comente, sua opinião é muito importante para mim. Caso encontrem algum problema avisem.

Cliquem em "Notifique-me" para saber quando for respondido.

* Os comentários que possuírem link de algum blog terão a visita retribuída